O sonho de seguir a carreira militar pode nascer bem cedo no coração de uma criança. As escolas militares acabam de certa forma moldando este sonho de uma criança e adolescente para um dia seguir na carreira na Policia Militar ou mesmo no Corpo de Bombeiros do estado do Maranhão.

Na sessão desta quinta-feira (21) na Assembleia Legislativa do Maranhão, o deputado estadual Dr. Yglésio (PDT), lembrou da homenagem ao Corpo de Bombeiros proposta pelo deputado Neto Evangelista (DEM) nesta quarta-feira (20). O deputado Dr. Yglésio (PDT) frisou que é importante reconhecer a importância de valorizar os militares.

“Em reconhecimento a esses bravos guerreiros e guerreiras que apresentamos o projeto de lei que dispõe sobre sistema de reservas de vagas, em concursos do Corpo de Bombeiros e Policia Militar, para alunos oriundos das Escolas Militares do Corpo de Bombeiro e da Policia Militar do Estado do Maranhão”, destacou o deputado Dr. Yglésio (PDT) que vai propor um sistema de reservas de vagas em concursos da Policia Militar e Corpo de Bombeiros para o cargo de soldados.

O deputado pedetista avalia que as escolas militares têm bons indicativos no rendimento de seus alunos e o perfil destes alunos podem ser aproveitados nas corporações da PM e CBM. “Estas crianças entram na Escola Militar a partir do sexto ano (antiga quinta série) e saem no terceiro ano do ensino médio com ótimo desempenho. Só na Escola Militar do Corpo de Bombeiros, forma por ano 130 alunos do Ensino Médio, com uma média de 55 aprovações em vestibulares e outros concursos. O governo do Maranhão deve criar mais três escolas militares, mais talentos devem ser formados nestas escolas. Por isso, não podemos desperdiçar estes talentos nas nossas corporações”, defendeu Yglésio.

Iniciativa do Poder Executivo

Esse tipo de matéria é de iniciativa do Governo do Estado, cabendo a Assembleia Legislativa enviar o Anteprojeto de Lei, na forma de Indicação. O conteúdo do Anteprojeto foi tratado em reunião os comandantes do Corpo de Bombeiros, coronel Célio Roberto e o comandante da Polícia Militar, Coronel Luongo. O parlamentar acredita que o projeto valoriza as instituições e valoriza o ingresso na carreira militar. “Esta é uma certeza comungada com o comandante do Corpo de Bombeiros, o coronel Célio Roberto e o comandante da Policia Militar, e o coronel Luongo, com quem tratei do tema, aqui, nesta casa.”, afirmou.

Por ser de iniciativa do Poder Executivo, o deputado espera acompanhar o trâmite para aprovar a Lei. “Por se tratar de PL de iniciativa do executivo, apresentaremos um Anteprojeto como Indicação nesta casa e acompanharemos até que vire lei.”, finalizou.